top of page
  • UM CONCEITO

Devido ao sucesso, “DUETOS, a comédia de Peter Quilter” prorroga temporada em São Paulo

Com Patricya Travassos e Marcelo Faria no elenco e direção de Ernesto Piccolo, peça que retrata de forma cômica os encontros e desencontros da vida amorosa contemporânea segue no Teatro Raul Cortez de 6 a 29 de janeiro.




Sucesso de público e de crítica, DUETOS, peça do premiado dramaturgo britânico Peter Quilter, caiu tanto nas graças do público de São Paulo que sua temporada no teatro Raul Cortez foi prorrogada. As apresentações serão retomadas no dia 6 de janeiro e vão até 29 do mesmo mês, às sextas e sábados, às 21h, e domingo, às 18h. Encenado em mais de 20 países e traduzida para 10 idiomas, o espetáculo recebe sua primeira montagem no Brasil, que já passou por Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte, com Patricya Travassos e Marcelo Faria no elenco, além da direção de Ernesto Piccolo.




O texto de Quilter examina e retrata de forma cômica o mundo caótico dos relacionamentos modernos, onde a grama do vizinho é sempre mais verde que a nossa, através de quatro histórias de uma mulher e um homem - não necessariamente casais - às voltas com seus próprios desejos e traumas em busca do amor, e enfrentando a solidão. “DUETOS” é apresentado e patrocinado pela Brasilcap, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com produção geral e realização da Inova Brand.



- A peça, na sua essência, fala de solidão mesmo, e de uma forma muito divertida. Das relações mais diversas que o ser humano experimenta para tornar a solidão menos dolorosa. São os encontros às escuras; a secretária e o patrão que têm uma relação de amor em que só não casam, não transam; o casal que vai separar, vai experimentar a solidão, mas não consegue; e por fim a noiva que está casando pela 3ª vez, e dá tudo errado. É uma lente de aumento, uma sátira dessas situações - conta Ernesto Piccolo.




6 visualizações0 comentário
bottom of page