• UM CONCEITO

JANU apresenta videoclipe com as participações de Bomberman e Caverna do Dragão



Em Vey, primeiro single de "Miolo do Oxente", disco que será lançado no dia 12 de setembro, o alagoano Janu disserta sobre os caminhos que o ego percorre. Agora, em "Direção", o artista, que é natural de Arapiraca, ilustra, no sentido mais literal possível, as rotas que talvez são perdidas, talvez achadas.


Produzida e mixada por Paulo Franco, com masterização de Felipe Tichauer, a canção autoral é embalada por uma pegada meio pop, meio brega e meio tudo. Logo na abertura, sons de sintetizadores acalentam os vocais até abraçar a batida latina, uma espécie de piseiro soft com guitarrada de cumbia agrestina. “Faz tempo que fica difícil definir o tipo de música que fazemos e ouvimos. O acesso irrestrito a todo tipo de som acabou de vez com a rotulagem exata do ‘nosso estilo’. Sei que amo a música brasileira, principalmente a do Brasil de dentro, assim como sou apaixonado pelas coisas do mundo. No fim, música é música, né? E boa é quando a gente gosta”.


Para o audiovisual que acompanha o lançamento da faixa, um filme com pegada gamer, dirigido e roteirizado pelo próprio Janu, com programação, animação e level designer de Mário Tairony. A Pixel Art ficou por conta da empresa Dobyt e finalização com Rodrigo Cruz. Nela, podemos ver um personagem prestes a dormir (ou seria acordar?) em um mundo paralelo guiado por uma fada de luz, referenciando a icônica franquia Zelda. No universo ambientado pelos frames dos jogos retrô, o personagem percorre as mais variadas dificuldades para encontrar sua direção.


Caminhando em diversos mapas, passando de level e procurando itens mágicos, o vídeo de "Direção" segue sendo uma metáfora da luta pessoal em achar seu caminho. Entre monstros e feiticeiros mascarados, o personagem chega a quase perecer, mas aperta o "continue" e recomeça, dessa vez, mais focado e estratégico. “Assim é a vida”.







3 visualizações0 comentário